• Projeto Jacarandá

O que é
o Projeto
Componentes
do Projeto
Atividades
de Construção
Programas
Socioambientais
Operação
e Manutenção

Componentes do Projeto Jacarandá

  • 2 canteiros de obra, que darão o suporte para a gestão administrativa e de estocagem de materiais e insumos.

  • 1 subestação elevadora de tensão de 34,5 para 230 kv. A subestação que já se encontra em operação no parque solar Juazeiro III, será ampliada para receber a conexão do Jacarandá. A subestação também é composta por um sistema de medição e faturamento, sala de comando e controle.

  • 4 centrais geradoras, Juazeiro V, VI, VII e VIII, que juntas formam o Projeto Jacarandá.

  • 14.640 metros de extensão do sistema de drenagem superficial.

  • 371.256 metros de rede de baixa e média tensão, que escoa a energia gerada nos módulos até a subestação elevadora de tensão.

  • 798 String Box, que são equipamentos de proteção contra surtos e curtos-circuitos elétricos.

  • 27 eletrocentros, que são equipamentos elétricos para controle e automação, distribuição de cargas, detecção e combate à incêndio, entre outras funções. Cada eletrocentro possui um inversor que transforma a energia gerada nos módulos de corrente contínua para corrente alternada.

  • Trackers que dão suporte aos módulos bifaciais e se movimentam através de automação de acordo com a posição do sol.

  • 450.000 módulos solares bifaciais que absorvem a radiação solar direta e o albedo para conversão fotoelétrica.

  • 13.072 metros de extensão de acessos internos.

  • Linha de Transmissão de 230 kV com 6,5 km de extensão. Será aproveitada a mesma linha de transmissão construída para o Parque Solar Engenheiro Manoel de Andrade que já se encontra em operação. Dessa forma, a Linha de Transmissão escoa a energia a partir da subestação elevadora até a subestação coletora da CHESF, localizada em Juazeiro/BA, inserindo-se do Sistema Interligado Nacional (SIN).

  • 11.062 metros de cerca perimetral e de isolamento das Áreas de Preservação Permanente.