A Atlas valoriza e se preocupa com a preservação do patrimônio cultural imaterial. Os bens culturais de natureza imaterial dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes; celebrações; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas; e nos lugares.

Durante a implantação do Parque Solar Jacarandá, dentro do empreendimento foi identificado, através de estudos arqueológicos, um espaço de oferendas características de religiões africanas, fato que motivou a parceria entre Atlas e CRN-Bio, consultoria responsável pela pesquisa, para realização de um levantamento acerca dos grupos que utilizavam aquela área para práticas religiosas.

Assim, após esse levantamento, foram identificadas doze casas, entre terreiros de Umbanda e Candomblé.

Depois de identificadas, foram realizadas visitas e rodas de conversas com os líderes religiosos de cada um desses espaços sagrados, comumente referenciados como “pais” e “mães”.

O conteúdo coletado durante as rodas de conversas com os líderes religiosos irá possibilitar a elaboração de um livro que narrará as histórias desses terreiros com o objetivo de contribuir com o reconhecimento das religiões de matriz africana, bem como com a visibilidade, preservação, respeito e valorização do patrimônio imaterial cultural e religioso brasileiro.